Skip to main content

O nosso Polo Tecnológico

By Setembro 7, 2021Artigos, Reportagem

“O Polo Tecnológico chegou para potenciar a excelência da nossa Academia e disponibilizar todas as ferramentas necessárias para o sucesso dos nossos projetos e oferecer melhores condições aos nossos Crossers.”

O nosso Polo Tecnológico em Almada nasce de um sonho e da vontade de crescer.
Dado o crescimento do negócio quer nacional como internacional, sentimos a necessidade de ir além e criar um espaço que desse resposta ao nosso crescimento.
A escolha da zona não foi por acaso. Almada, um palco para um distrito de inovação e que aposta na vertente da sustentabilidade deu-nos todos os indicadores de que este seria o espaço ideal para que a Crossjoin continuasse a crescer.
Fora da azáfama do centro de Lisboa, com bons acessos e estacionamento livre, abrimos portas a um Polo Tecnológico inovador numa envolvente de sonho.
Situado a uma linha de metro da Faculdade de Ciências e Tecnologias, mais concretamente junto à paragem de metro do Pragal, temos um espaço decorado e pensado para o bem estar de todos os nossos Crossers onde damos aso à imaginação, ao talento e à vontade de aprender.
O conceito criado reflete princípios da empresa relacionados com o Kendo, arte marcial japonesa e com conceitos nipónicos, pelo que criámos um espaço de base minimal mas com áreas e materiais que conferem igualmente conforto, tais como a madeira natural, cortiça e linóleo.
Este conceito materializa-se de várias formas. Traduz-se na criação do próprio espaço com um elemento central agregador que é a nossa árvore de valores, nas salas de trabalho de inspiração japonesa, nas divisórias, entradas circulares e materiais de cor neutra pontuada com as cores da CrossJoin.
O espaço é dividido em 2 open-spaces, salas de reunião, salas de trabalho e zonas de apoio. O hall de entrada é dominado por uma árvore em madeira de origem portuguesa que centraliza e organiza todo o espaço. A árvore simboliza os valores da Crossjoin e reforça o espírito colaborativo da equipa.
Ao nível de materiais, optamos por alguns ECOprodutos para o espaço, tais como a madeira natural, painéis de cortiça de origem portuguesa e linóleo. Como revestimento para o pavimento- o linóleo- é um revestimento natural com 97% de matérias-primas naturais e recicladas e a sua produção é neutra em CO2 e certificado por ser amigo do ambiente, apresentando uma elevada performance. É criado a partir de matérias-primas naturais e renováveis, sendo o revestimento resiliente mais sustentável. Sendo um open-space, a componente acústica é garantida através destes materiais e de painéis acústicos suspenso no teto. A iluminação foi estudada de modo a criar um ambiente acolhedor mas eficiente ao nível de intensidade luminosa, mas não fica por aqui. Em breve abrimos mais dois blocos que complementarão este espaço, um de trabalho e outro onde será a nossa copa, havendo um espaço de convívio onde temos um anfiteatro, sala de jogos e uma nap-room. Este será certamente o palco de muitos happy hours!
O Polo Tecnológico chegou para potenciar a excelência da nossa Academia e disponibilizar todas as ferramentas necessárias para o sucesso dos nossos projetos e oferecer melhores condições aos nossos Crossers.
Dispomos de um programa completo e competente, acompanhado de um mentor que ajudará a conhecer todos os procedimentos, esclarecer dúvidas e fornecer aconselhamento sobre questões técnicas e de carreira.
Este será, sem dúvida, um espaço de inovação onde os nossos Crossers vão embarcar em projetos nacionais e internacionais e demonstrar todo o seu talento.

 

Leave a Reply