Crossers pelo Mundo: A História do André

O André Pinho chegou à Crossjoin há menos de um ano e foi convidado para ter a sua primeira experiência profissional além fronteiras.

Percorreu 10,564 km de distância, atravessou o oceano e chegou ao Chile com mais um Crosser para integrarem a nossa equipa numa missão de Firefight num dos nossos clientes.

O André esteve no Chile durante um mês e  gostou da experiência.
Diz que é diferente trabalhar diretamente no cliente do que remotamente com a equipa no Competence Center:
“Ao trabalhar diretamente com o cliente, vemos de perto o impacto que as nossas recomendações têm e o quão importante é o nosso trabalho. A Crossjoin é uma consultora tecnológica de referência na área da performance que resolve missões consideradas impossíveis. Os nossos clientes valorizam bastante o nosso trabalho e é bastante gratificante sentir isso da parte deles. É importante, de facto, todos os Crossers terem uma experiência presencial no cliente” – refere o nosso Crosser.

Enquanto esteve no Chile aproveitou também para desfrutar da cidade e da companhia dos outros Crossers que lá vivem. Não sentiu dificuldades em se adaptar, embora tenha sido a sua primeira experiência profissional além fronteiras. Sentiu-se sempre acompanhado e apenas destacou duas dificuldades: uma foi a língua, no entanto, resolvia-se facilmente sempre que falavam em modo “Despacio”, a outra foi a gastronomia, confessa que sentiu saudades de um belo prato português.

Aproveitou a sua estadia no Chile para conhecer melhor a equipa de Crossers que está lá em permanência. Todos os fins de semana jantavam juntos e, confessa, a partilha de experiências foi óptima! O facto de ter colegas que lá vivem foi excelente para conhecer a cidade e saber quais os melhores locais a visitar.

O André já está em Portugal e vê esta experiência como muito positiva:

“Na Crossjoin sinto-me desafiado todos os dias e há sempre algo novo para aprender. Gostei muito da forma como me acolheram desde o primeiro dia que integrei a equipa, tornando mais fácil a minha primeira experiência no mundo profissional”.

Obrigada André.

Leave a Reply